Olímpia: crescente e ambiciosa

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Dérek Bittencourt <BR> Do Diário do Grande ABC

Ora, mas de novo Olímpia? Respondo sem nem pensar duas vezes: sempre Olímpia! Os números mostram que o destino (a 455 quilômetros do Grande ABC) do Interior de São Paulo só cresce e ganha mais adeptos a cada dia, entre turistas e investidores – ou ambos. E muitos são os motivos para isso, estimulando um desenvolvimento com previsões grandiosas para a cidade das águas termais.

Se há cinco anos contava com 8.000 leitos (voltando dez anos no tempo, eram apenas 687!), em 2030 o município pode alcançar 45 mil deles – número expressivo para um local que conta com 54 mil habitantes. Hoje, são 22 mil leitos. Isso não bastasse, a projeção sobre o número de visitantes é ainda mais ambiciosa: os 2,6 milhões hóspedes do ano passado (crescimento de 30% com relação a 2017) devem saltar para 6 milhões já em 2024, segundo a Secretaria Municipal de Turismo. É por isso que a localidade atrai tantos empreendimentos e atrações.

Até o fim de 2020, estão previstas as finalizações de dois complexos hoteleiros – o Enjoy Olímpia Park Resort, que já possui 456 quartos em funcionamento e terá 912 no total, e o Solar das Águas Park Resort, que contará com quase 1.000 –, e a empresa já mira o lançamento de um terceiro empreendimento, com mais 1.000 dormitórios. “Nossa estratégia é acompanhar e ajudar no desenvolvimento da cidade, que vem crescendo muito rapidamente”, declarou o CEO da Enjoy, Alexandre Zubaran. “Olímpia tem projeção impressionante de 6 milhões de turistas em cinco anos. É um desafio que a cidade tem para se estruturar em transporte, acesso viário, comunicação, e esgotamento hidro-sanitário”, complementou.

A cidade já conta com dois grandes parques aquáticos: o Thermas dos Laranjais – terceiro maior do mundo em número de visitantes – e o Hot Beach, inaugurado em 2017. “Aos poucos, o destino vai ganhando novos equipamentos de entretenimento”, contou Zubaran, ao projetar a chegada de opções para toda a família em futuro breve, casos do Parque dos Dinossauros (ainda no primeiro semestre), de bar temático de motocicletas, do Museu de Cera e do Bar de Gelo – os dois últimos que já têm unidades em outras cidades do País, como Gramado (Rio Grande do Sul) e Campos do Jordão (Interior).

ATO CONTÍNUO - E não pense que é preciso correr para arrumar as malas e aproveitar Olímpia enquanto é verão (termina em 20 de março). Isso porque, por lá, parece que esta é a estação permanente o ano todo. Afinal, a média de temperatura anual é superior a 21ºC, sendo que a máxima média, em setembro e outubro, é de 33ºC.

O jornalista viajou a convite da Enjoy Hotéis e Resorts 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados