O inverno chegou

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Richard Molina/Especial para o Diário

Foi há oito anos que o fenômeno Game of Thrones começou, em maio de 2011. Naquele tempo, só os leitores de George R.R. Martin conheciam os sobrenomes Stark, Lannister e Targaryen. A HBO fez as Crônicas de Gelo e Fogo ganharem vida e dominarem o imaginário da cultura pop ao longo de sete temporadas que agora ganharão a companhia da última, que estreia hoje, às 22h. Os capítulos vão ao ar nas noites de domingo, sempre no mesmo horário.

Os fãs estão esperando por conclusão épica que promete abalar as estruturas do entretenimento outra vez. Aliás, uma constante na série é que ela sempre foi capaz – como poucas fizeram na televisão – de deixar os espectadores com os sentimentos à flor da pele e os neurônios enlouquecidos teorizando sobre o que pode acontecer a seguir. Esse sentimento ganhou fôlego maior ainda em 2015, quando a série ultrapassou a história dos cinco livros publicados até agora e sem previsão de lançamento de próximos volumes.

Na última vez em que a TV mostrou os Sete Reinos, eles estavam em maus bocados. Os caminhantes brancos, liderados pelo Rei da Noite e com a ajuda do dragão que tombaram, conseguiram destruir a muralha que os impedia de atacar outras regiões. Agora, depois de estarem em guerra uns com os outros por tanto tempo, os personagens remanescentes precisam formar aliança completamente instável para ter o mínimo de chance de sobrevivência diante da ameaça.

No Grande ABC, os fãs também estão em polvorosa com a reestreia de Game of Thrones. Para Bárbara Krauss, 23 anos, de Santo André, o sucesso é tão visceral quanto Martin narra sua trama. “Ele mata personagens tão impiedosamente que, em contraposição com outros exemplos tão chapados e opacos hoje em dia, se destaca”, comenta. “Todos têm falhas e a gente compreende a construção deles quando falham. Martin criou figuras diferentes e fez eles crescerem, tanto para o bem como para o mal.” Ela espera que a última temporada não perca a mão na qualidade na ânsia de agradar aos fãs, mas admite que torce para Daenerys terminar no Trono de Ferro, cuja réplica estará hoje no Shopping Center 3 (Av. Paulista, 2.064. Tel.: 3285-2458), em São Paulo.

Cássia Passarelli, 23, de São Bernardo, conta os minutos para a chegada dos novos episódios. “Estou muito ansiosa! Vou ver com a minha camiseta da Mãe dos Dragões. Ficaria muito feliz com Daenerys ou Sansa no Trono”, diz a estudante, que não dispensa a pipoca nas sessões em casa.

Para se preparar para a despedida, a NET e a Claro TV abriram o sinal da rede HBO neste fim de semana. Até o dia 21, quem possui o canal e plano pós-pago da Claro terá acesso a todos os episódios das outras temporadas da série pelo aplicativo do NOW. 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados