Beleza que se põe na mesa

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Heloisa Cestari

Macarons da beleza fazem parte de banquete real sugerido pela Biodiversite.

Já se foi o tempo em que o mercado de cosméticos restringia-se a xampus, maquiagens e cremes com as mais variadas finalidades. Tudo para uso externo. Agora, a moda nas empresas do segmento que mais cresce no mundo (só no Brasil, o aumento tem sido de 10% ao ano há quase duas décadas) é investir em pesquisas científicas e tecnologias que promovam a beleza de dentro para fora. No 9º Congresso Internacional de Cosméticos e Farmácia da Consulfarma, realizado em junho, na capital paulista, o destaque ficou por conta de produtos comestíveis que deixam pele e cabelos mais bonitos de forma saborosa. São muffins, balas de goma, bombons trufados, geleias, champanhe, barrinhas de cereais, creme de avelã e até macarons enriquecidos com substâncias que prometem milagres no visual.

Embora ainda não tenham chegado às gôndolas dos mercados, a maioria dos ativos é encontrada em farmácias de manipulação e comercializada sob prescrição de um médico, nutricionista ou farmacêutico. “Itália, França e Estados Unidos têm nutracêuticos há décadas, mas só agora eles estão sendo descobertos no Brasil, porque a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sempre barrou tudo. Agora, podemos dizer que estamos na era do bem-estar. Até porque o brasileiro gosta de se cuidar e a ascensão da classe C estimula o consumo de cosméticos”, observa o presidente da Consulfarma, Maurício Gaspari Pupo.

A participação crescente da mulher brasileira no mercado de trabalho, lançamentos contínuos de novos produtos e o aumento da expectativa de vida da população, que instiga o desejo de prolongar a juventude, são os principais fatores responsáveis pelo crescimento do mercado no País, de acordo com dados da Abihpec (Associação Bra-sileira da Indústria de Higiene Pes-soal, Perfumaria e Cosméticos).

Segundo a consultoria de negócio UBS, o setor de beleza verde-amarelo cresce cinco vezes mais rápido que o dos Estados Unidos, devendo superar os norte-americanos em cinco anos. “O Brasil tem a maior quantidade de farmácias de manipulação do mundo, com aproximadamente 10 mil unidades. Inicialmente, são elas que produzem os cosméticos, até alguma empresa patentear as fórmulas para produzi-los em larga escala a todos os consumidores”, comenta Pupo. Confira a seguir alguns lançamentos saborosos que prometem chegar às farmácias em breve.

Kit de delicatessens da Biotec conta com pasta de avelã, balas de goma, barrinha de cereal e até bombom trufado. Foto: Divulgação

Skin Beauty Food Care
São pequenas delicatessens funcionais e saudáveis, com ativos importados Mônaco. Para o congresso, a farmacêutica Mika Yamaguchi, da Biotec Dermocosméticos, desenvolveu uma pasta de avelã com silício orgânico que promove o estímulo de colágeno e elastina; uma barra de cereais rejuvenescedora que trata da pele contra o estresse oxidativo gerado pelo excesso de açúcar; um bombom trufado com Bio-Arct, biomassa do Mar Ártico que triplica a produção de energia celular; e uma barra de Whey Protein com In.Cell, proteína 100% assimilável e rica em Ômegas 3, 6 e 9, alto conteúdo de aminoácidos essenciais e complexo GPL-DHA, que recupera o estresse oxidativo das células gerado pela prática de exercícios. O kit, que já apresenta resultados após duas semanas de consumo, também inclui balas de goma que, conforme a cor, promovem um tipo de benefício. A verde, por exemplo, possui fosfolipídeos do caviar que desinflamam a pele. A azul tem osteosil, que protege as articulações e dá brilho à cútis. E a amarela conta com o silício orgânico do Exsynutriment, que favorece a produção do colágeno, proporcionando uma pele mais jovem, e ainda embeleza o cabelo - estudos mostram que ele repõe o conteúdo proteico da fibra capilar, suspende a queda dos fios com ação imediata e possibilita um crescimento de 40%.

Banquete real
Assim como o sommelier, profissional que combina perfeitamente as bebidas com os alimentos que ingerimos, a Biodiversite lançou no congresso um menu para que profissionais do setor indiquem aos pacientes uma harmonia perfeita dos produtos de uso tópico na pele (dermocosméticos) com aqueles que podem ser ingeridos (nutricosméticos). “Elegemos cinco estímulos que buscam oferecer jovialidade, firmeza, brilho e maciez à pele. Cada matéria-prima traz uma proposta de tratamento diferenciado e eficaz para repor ceramidas e lipídeos complexos, estimular a uniformidade da cor, reconhecer as necessidades específicas de cada parte da pele e estimular a sensibilidade cutânea e a fotoproteção natural”, descreve a farmacêutica e responsável técnica da empresa, Joyce Quenca. Entre os ativos, destaque para o Absollue Plénitude, matéria-prima inteligente que reconhece as necessidades da pele e estimula as células a produzirem o que cada região precisa (hidratação, energia, luminosidade, firmeza etc). Já o Cerasomosides, que possui versões tópica e oral, promete transformar a pele em apenas 15 dias. Ele atua como um potente regenerador celular e hidratante. Na feira, as substâncias puderam ser degustadas na forma de bombons, macarons e até no champanhe, em atmosfera que lembra a corte francesa da rainha Maria Antonieta.

Beauty Soda
A primeira soda desenvolvida para aumentar a beleza da pele e dos cabelos é feita à base de silício orgânico (Exsynutriment), que estimula a produção de colágeno, proteína importantíssima para manter uma pele jovem e firme. O preparo da Beauty Soda, da Consulfarma, será rápido e instantâneo, em forma de pó (sachê) que, ao ser misturado com água, proporciona efeito efervescente, igual aos encontrados nas sodas convencionais.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados