Mulheres, atenção

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Alessandra Nunes

Primeiro vem a menstruação, depois – para as que assim desejam – a gestação e, então, a lactação, o climatério e, enfim, a menopausa. Sim, estamos falando do organismo das mulheres, que por conta da complexidade das alterações hormonais, a alimentação deve ser direcionada para prevenir o aparecimento de doenças como anemia, alterações cardiovasculares, osteoporose, entre outras. Já que estamos no nosso mês, vale incluir na lista de alimentos ‘obrigatórios’ diários:

Berries – as conhecidas frutas vermelhas, como mirtilo, framboesa, morango, cranberry e açaí, contêm grande quantidade de antioxidantes e vitamina C, que vão atuar amenizando o estresse oxidativo provocado pelos radicais livres, auxiliando na prevenção do câncer, nas doenças neurodegenerativas e no envelhecimento da pele. Além disso, estimulam a produção de colágeno, promovendo melhora na flacidez e no quadro de doenças que acometem as articulações.
Chocolate amargo – por possuir maior teor de cacau em sua composição, diminui o risco de doenças cardiovasculares e câncer. Além disso, protege o cérebro e contribui para a diminuição dos níveis de LDL colesterol e da pressão arterial.  Mas cuidado: não consuma mais do que 15 g por dia, porque, infelizmente, engorda.
Leite e derivados – É nossa maior fonte de cálcio da alimentação. Deve estar presente em todas as fases da vida da mulher, prevenindo a osteoporose. Pesquisas mostram que a boa ingestão de cálcio contribui também para o equilíbrio do peso.
Soja – Alimentos à base ou a própria soja são benéficos, prevenindo e auxiliando no tratamento de doenças como hipertensão, colesterol, tumores. Possui isoflavona, componente considerado um fitoestrogênio ou fonte na­tural de reposição hormonal.
Oleaginosas – Nozes, castanhas, linhaça e amêndoas são ricos em gorduras insaturadas, que contribuem para diminuir o LDL e a ocorrência de doenças cardiovasculares. Possuem alto teor de selênio, mineral que protege o organismo contra alguns tipos de câncer.
Peixes – Salmão, sardinha e atum possuem ômega-3, responsável por proteger o organismo contra inflamações, reduzindo o risco de acidente vascular encefálico e outras doenças cardiovasculares, e também pode ajudar na prevenção do câncer de mama.
Grãos integrais – Alimentos integrais são ricos em fibras e apresentam vitaminas e minerais. O consumo adequado pode reduzir os níveis de colesterol, LDL e pressão arterial; melhora também o controle da glicemia e auxilia na redução de peso.
Vegetais verde-escuros – Brócolis, couve, espinafre, rúcula e agrião possuem grande quantidade de ferro, mineral necessário para o transporte de oxigênio. Mulheres em idade fértil possuem maior recomendação de ingestão diária desse nutriente, devido às perdas menstruais. A dica é consumir esses vegetais com uma fonte de vitamina C, como as frutas ácidas, auxiliando na absorção do ferro.



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados