Novembro Azul

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Alessandra Nunes

O Outubro Rosa acabou e foi uma linda campanha para alertar as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Agora, no Novembro Azul, é a vez de chamar a atenção dos homens para a prevenção do câncer de próstata. Essas duas campanhas fazem parte do calendário nacional do Ministério da Saúde e vêm ganhando mais espaço a cada ano. O câncer de próstata no Brasil é o segundo mais comum entre os homens e o quarto no total. As estatísticas indicam que um a cada seis homens será diagnosticado com a doença.

Existem alguns fatores que podem favorecer o desenvolvimento do câncer de próstata, entre eles a idade avançada, o histórico familiar e a dieta. Não temos controle diante dos dois primeiros fatores, que são considerados de risco não modificáveis, mas, felizmente, podemos prestar atenção nos hábitos alimentares. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), a alimentação inadequada é a segunda causa do desenvolvimento da maioria dos cânceres. Já a alimentação saudável, aliada à prática regular de atividade física e à manutenção do peso adequado podem diminuir a incidência da doença.

Alguns componentes encontrados nos alimentos exercem papel de proteção contra o câncer de próstata. É o caso do licopeno, encontrado no tomate; os flavonoides e os isoflavonoides, que existem na soja, frutas, legumes, chá e vegetais; e também os ácidos graxos não saturados de cadeia longa, encontrados em óleos de peixes. Outro hábito que foi relacionado à prevenção é a exposição regular e adequada aos raios solares, pois a vitamina D é considerada inibidora da multiplicação de células cancerosas.

Pequenas mudanças, grandes diferenças!

- Inclua no cardápio diário, pelo menos, cinco porções de frutas e vegetais variados, principalmente os amarelos, laranjas, vermelhos, verdes-escuros e frutas ácidas. Entre os vegetais, inclua os crucíferos (couve-flor, repolho, brócolis e couve), evite ao máximo a farinha branca e dê preferência por cereais integrais e grãos;

- Coma carne vermelha, no máximo, três vezes na semana;

- Bebidas destiladas e fermentadas devem ser usadas com muita moderação;

- O hábito de tomar um cálice de vinho tinto por dia tem sido associado ao risco menor de desenvolvimento de tumores, porém, converse antes com seu nutricionista;

- Além da dieta, controlar o estresse, com exercícios físicos, ioga e terapia é grande aliado no combate ao desenvolvimento, não só do câncer, mas de várias doenças;

O mais importante é que os homens deixem de lado o tabu que envolve o exame para o diagnóstico do câncer de próstata. Quanto mais cedo a doença for descoberta, maiores as chances de cura. Deixe de lado o preconceito e procure o médico!




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados