Ainda faz sentido

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

Confesso. Estava difícil pensar em alguma coisa legal para este editorial, que pudesse fechar um ano tão dificil – para o mundo, para o País e também para mim – com alguma mensagem positiva, cheia de luz e esperança para um 2018 melhor. É que quando as agruras da vida são maiores do que os momentos de leveza, a gente acaba virando uma pessoa-pedra e deixa de enxergar as flores ao redor. A nuvenzinha escura não abre espaço para a luz, sabe? Mas não dá para ser assim, não podemos!

Seu Jorge, a capa desta edição, teria tudo para não ser … o Seu Jorge. Após a morte de um dos irmãos em uma chacina, ele acabou indo morar nas ruas por sete anos. Foi salvo pela arte e também porque nunca deixou de acreditar em si mesmo. Para o artista, o aprendizado que se pode extrair de cada situação, boa ou ruim, faz toda a diferença na vida. O youtuber brasileiro Whindersson Nunes também pode dizer que confiou no próprio talento para voar até o topo. Sem glamour ou qualquer vaidade, ele colocou a cara a tapa na internet e deu no que deu. No nosso Especial, veja exemplos de gente que foca as energias, cede a casa, reserva um tempo e se sacrifica para ajudar os outros sem ganhar nada em troca.

Pensando bem e olhando ao redor, é possível enxergar que o mundo realmente está lotado de situações que nos enchem de vontade de continuar. Pessoas com histórias de vida inacreditáveis, de superação e até de heroismo. Essas, sim, devem ser compartilhadas nas redes sociais, propagadas nas conversas, eternizadas nas revistas. Quando parei para pensar quem, este ano, seria o meu principal exemplo, logo me veio a lembrança daquela professorinha de Janaúba, Minas Gerais, que morreu, mas não antes de conter o criminoso em chamas que colocou fogo na creche em que trabalhava. Mãe de três meninas, Heley de Abreu Silva Batista, 43, salvou várias crianças antes de partir. Quer história mais inspiradora do que essa?

Desejo boas festas, muita reflexão e força para continuar. A Dia-a-Dia Revista volta em fevereiro. Nos vemos lá!

 

Marcela Munhoz

 



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados