Se o frio chegar

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Caroline Manchini

Usar mantas de tricô nas camas e sofás, tapetes felpudos e cortinas grossas são formas de manter os ambientes quentinhos e aconchegantes

Apesar de estar sendo considerado um mais quentes de todos os tempos – no primeiro dia, 21 de junho, foi registrada temperatura de 26ºC na região – o inverno, que termina dia 22 de setembro, deu, mesmo que tímido, o ar graça. Independentemente do quanto marcar os termômetros, tem gente que sente frio durante todo ano. Você sabia que existem truques para deixar seu lar quentinho? Para proteger a casa do frio, sem deixar de pensar na decoração, foque em algumas dicas simples, eficazes e baratas.

Nas janelas, por exemplo, pode-se optar pelas persianas duplas. Os especialistas recomendam também que as cortinas sejam abertas durante o dia, assim é possível aquecer o ambiente. “Nesse caso é interessante optar pela mistura de cortinas e uma que tenha tecido mais fino. Trabalhe com chales de veludo ou linho sobre ela”, aconselha a arquiteta Juliana Meda. Isso porque os tecidos mais grossos não deixam que o calor armazenado escape à noite, mantendo o ambiente sempre quentinho. “Além disso, as duas opções trazem aconchego ao espaço”, acrescenta.

Outras táticas para barrar o vento gelado são vidros duplos e, no banheiro, pisos aquecidos. “Isso serve para lugares muito frios”, explica Juliana. E falando em pisos, é recomendado, como isolante térmico, o uso de tapetes mais felpudos ou os de couro e veludo. “Podemos usar até mesmo os feitos com peles e pelos sintéticos. Aconselho colocá-los nas almofadas também”, diz a arquiteta. Aliás, as almofadas são muito bem-vindas na época mais gelada do ano.

Nos sofás e camas está permitido abusar das mantas de lã, que atuam como isolante térmico ao reter o calor do corpo. A manta polar, composta de poliéster ou algodão e a flanela, de fibra sintética, também são boas alternativas. No caso das camas, existem até aquecedores e bolsas de água quente. O ambiente pode ficar ainda mais quente com o uso das lareiras. Hoje o mercado oferece diversas opções: a gás, elétrica, à lenha e a ecológica. “A última é a mais prática de todas”, afirma Juliana. A chama é produzida por álcool ou etanol, dispensando assim o uso da lenha e chaminé. Ótima escolha para aqueles que prezam pelo conforto, sem abrir mão de cuidar do meio ambiente.

E, por fim, os que sofrem com a entrada de ar frio pelas frestas de portas ou janelas podem optar pelas fitas auto adesivas, chamadas veda frestas, ou pelas fitas isolantes, ambas disponíveis em lojas de produtos para casa e construção. Basta colocá-las entre os vãos e esperar pela despedida dos dias frios.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados