Cuide das crianças

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

Vivemos tempos difíceis. Nos noticiários, a maioria dos acontecimentos nos leva a repensar os rumos da humanidade. Há pouco vimos dois jovens acabarem com a vida de cinco estudantes e duas funcionárias da Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano. Ceifaram o futuro não só destas pessoas, mas de todos que os amavam também. Depois do ocorrido, houve quem atribuísse a ‘culpa’ ao videogame, já que os assassinos gostavam de usar o advento tecnológico.

Será? Reportagem especial desta edição mostra que não são os jogos que induzem as pessoas a fazerem o bem ou o mal. “Escolha outro culpado para as incompetências de uma sociedade doente”, disse um movimento criado na web #somosgamersnaoassassinos (Somos Gamers, Não Assassinos), que repercutiu após o massacre. E acho que a análise vai além. O alerta é para os pais ou responsáveis pelas crianças – leia-se também a comunidade em que vivem. Olhem por eles, acompanhem o que estão vendo, deem atenção, larguem o celular e leiam um livro para eles. “Muitos de nós conhecem crianças que ganham celulares e tablets de presente na mais tenra infância, e possuem vasta aptidão no uso de tais aparelhos. O que está ocorrendo é o exagero no uso desses equipamentos como forma de controle das ações infantis. Por exemplo: criança chora? Dá o celular. Criança está entediada? Dá o tablet. Criança faz birra. Dá um joguinho para distrair. As crianças estão sendo educadas por aparelhos eletrônicos e o contato humano e afetivo está cada vez mais sendo colocado em segundo plano”, afirmou na mesma reportagem a professora Ana Flavia Costa Parenti, coordenadora do curso de Psicologia da Unicid (Universidade Cidade de São Paulo) e especialista no comportamento do adolescente. Assino embaixo. Vamos repensar a maneira com que conduzimos o dia a dia em casa para que no futuro possamos viver dias mais serenos e produtivos.  

Confira também a maneira como o entrevistado da capa, Rodrigo Hilbert, encontrou para dar uma vida mais tranquila para os filhos e servir de exemplo para eles, além de receitas para um delicioso chá da tarde em Papo de Cozinha e dicas que deixarão o ambiente propício para criatividade. Boa leitura!

Miriam Gimenes




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados