Não tenha medo do inverno

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Alessandra Nunes

 NUTRIÇÃO

 
não tenha medo do inverno
 
No inverno tudo fica mais escuro. Ficamos mais quietos, saímos menos de casa, boicotamos a academia. Junto com o frio vem aquela vontade enorme de tomar sopa cremosa, chocolate quente, comer fondues, queijos diversos, ou seja, tudo que aquece o corpo e a alma. E aí começa o problema: comemos mais e gastamos menos! 
 
 
É fato que no frio as necessidades energéticas aumentam para compensar a redução da temperatura corporal, dessa forma, quem consegue seguir uma dieta equilibrada no inverno perde peso de forma mais rápida que no verão.    
 
   
Saber fazer escolhas mais saudáveis é determinante para passar por esse período sem prejuízos na balança. Para não abrir mão das gostosuras algumas dicas vão ajudar:
4 Ao preparar fondues ou chocolate quente, escolha chocolates que tenham menos gordura. Existem no mercado versões parcialmente desengorduradas. Mas atenção! O ato de consumir um produto com menos gordura não significa que podemos comer mais. O excesso é sempre prejudicial.
4 Ao preparar sopas e cremes, opte por usar laticínios magros, como o leite desnatado, o queijo branco magro, o creme de leite light. Uma sopa preparada com hortaliças e grãos é uma opção saudável e saborosa para as noites frias. Para acompanhar as sopas, prefira os cereais integrais (torradas integrais, pães com fibras etc). E tenha cuidado na hora dos temperos, principalmente na hora de adicionar o óleo na preparação. E atenção! Pão não é tigela. Use o bom e velho bowl para servir a sopa, assim você não corre o risco de comer mais pão italiano do que sopa! 
4 Mantenha o organismo hidratado. No frio é comum as pessoas diminuírem a ingestão da água e uma boa alternativa é optar pelos chás, mas dê preferência pelos chás claros (camomila, cidreira, erva-doce), e não adicione o açúcar.
4 Cuidado com o excesso de massas e molhos. Ao preparar uma massa opte por usar molhos à base de tomates e ervas. Os molhos cremosos contêm muita gordura e tornam a preparação muito calórica.
4 Cuidado com as bebidas alcoólicas. O álcool contém mais calorias que o açúcar (1 g de álcool contém 7,3 calorias, enquanto 1 g de açúcar contém quatro calorias). As calorias consumidas em excesso são armazenadas em forma de gordura. Outro fator importante é que o álcool faz com que o organismo perca água, aumentando os níveis de desidratação. Mas se desejar tomar uma bebida alcoólica prefira vinho tinto, que é rico em polifenóis. Essa substância ajuda a combater os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce, e diminui o risco do aparecimento de doenças cardiovasculares.
4 As saladas também são deixadas de lado no inverno. Menor consumo de hortaliças significa menor consumo de fibras e maior absorção de gordura. Diminui-se também a ingestão de vitaminas e minerais, que são muito importantes nesta época, onde o sistema imunológico precisa de todo reforço e proteção. Não abra mão de uma salada crua e, para complementar a ingestão de fibras, aumente a ingestão de hortaliças cozidas.
4 Ainda para manter o sistema imunológico bem protegido, use mel, limão e alho sempre que possível nas preparações. O mel é rico em carboidratos e vitaminas dos complexos B, C, D e E, e ajuda a combater gripes e dores de garganta. O limão é uma rica fonte de vitamina C, que combate infecções e aumenta a resistência do organismo. E o alho também tem funções terapêuticas capazes de prevenir resfriados.
E por último e não menos importante: um bom livro, um cobertor e uma xícara de chocolate quente! Sim, porque o inverno cheira chocolate!
Bom inverno para você! 



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados