Vasos por toda a casa

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vinícius Castelli

Segundo especialistas, apostar em plantas pode ser terapêutico, além de reconectar com a natureza

 

Além de darem charme aos ambientes e de se adaptar facilmente a qualquer espaço da casa, os vasos com plantas são bons caminhos para reconectar as pessoas com a natureza. Além disso, são encontrados de diversas formas, tamanhos, cores e acabamentos.

De acordo com a arquiteta Aline Alves, da A+ Arquitetas, um vaso bem pensado é capaz de deixar um ambiente mais agradável e charmoso. “Além da beleza, as plantas promovem sensação de relaxamento e revitalizam espaços trazendo tranquilidade e calma”, explica.

Ela ressalta que, cuidar das plantas, é também forma de “desocupar a mente, funcionando como hobby terapêutico, proporcionando paz interior ao indivíduo, o que trará consequências positivas no dia a dia, como mais produtividade no trabalho, atenção aos estudos, melhora na autoestima, entre diversos benefícios”.

A arquiteta Beatriz Quinelato,   explica que, com a circulação aos espaços públicos reduzidos, por conta da pandemia da Covid-19, “as pessoas têm sentido muita falta do contato com a natureza, com vida, com verde e têm levado isso para dentro de casa. Além de as pessoas estarem se dedicando mais à casa, então dedicam mais tempo às plantas”.

Responsável pela Beatriz Quinelato Arquitetura, ela defende a bandeira de se ter verde em casa, diz que só faz bem. Mas é claro que optar pela vegetação natural na residência requer alguns cuidados, “para que não fiquem feias, com folhas secas, amareladas etc. Pois, nesse caso, acredito que tem o efeito contrário”.

A escolha do tipo de vaso, segundo Beatriz, depende do tamanho dos espaços e proporção dos ambientes. “Mas podem ser grandes floreiras com vegetações maiores, até pequenos vasinhos, terreiros, pendentes”, diz.

E a ideia é não ter vasos apenas nos ambientes internos, mas também nos externos. “Ainda mais que conseguimos usar uma gama maior de vegetação, pois há mais abundância de iluminação natural e insolação”, diz Beatriz.

Boa opção para dentro de casa é a orquídea, que não precisa ficar exposta diretamente ao Sol. Outra sugestão é a avenca, que pode ficar tanto em vaso com terra como em recipiente só com água. 

Aline explica que, na arquitetura, a biofilia – termo que significa amor à vida e está relacionado à ligação do homem com a natureza – se aplica com uso de materiais naturais, na potencialização da iluminação natural e ventilação cruzada, além, é claro, da presença das plantas.

“A biofilia aplicada na paisagem pode gerar sensação de acolhimento ao usuário por meio da percepção olfativa, tátea, sonora e visual, criando uma relação de pertencimento”, explica.

Segundo Aline, é possível criar  decoração especial com vasos em plantas em todos os ambientes da casa. “Inclusive banheiros e lavabos. Os espaços ficam mais charmosos quando usamos estes objetos”.

Além do uso de vasos, Aline sugere, se houver possibilidade, apostar em muro verde ou jardim vertical. “Nesse caso, as plantas mais indicadas nesse tipo de técnica são a hera (hedera helix).

A escolha dos vasos depende do tamanho dos espaços e proporção dos ambientes. Segundo Beatriz, podem ser grandes floreiras com vegetações maiores, até pequenos vasinhos, terreiros, pendentes.

Para quem acha que cuidar de plantas exige muito tempo ou dedicação, optar por vasos, sem plantas, é boa saída. Podem ser usados como peça única ou até em conjuntos, dando ar de sofisticação e elegância.

Aline acredita ser boa aposta na decoração, devido à versatilidade de tamanhos e materiais de acabamentos que ajudam a compor o design de interiores. “Para não errar na escolha,  uma dica para os ambientes pequenos é usar vasos compactos, e para os ambientes maiores, os vasos mais altos”, encerra.

 

 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2021. Todos os direitos reservados