Chico & Caetano

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Do Estadão Conteúdo

A plataforma de streaming Globoplay disponibiliza em seu catálogo, desde o dia 15 de setembro, os nove episódios do programa Chico & Caetano, exibido pela TV Globo entre abril e dezembro de 1986.


Criado por Daniel Filho e dirigido por Roberto Talma, o musical tinha Chico Buarque e Caetano Veloso como anfitriões e revivia a parceria que eles fizeram em show e disco em 1972. O roteiro, conduzido por Nelson Motta, com colaborações de nomes como Maria Carmem Barbosa, Luis Carlos Maciel, Talma e dos próprios apresentadores, costurava canções do repertório de Chico e Caetano com números apresentados por convidados.


Pelo programa passaram nomes como Tom Jobim, Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Elizeth Cardoso, Baden Powell, Milton Nascimento, Rita Lee, Paulinho da Viola, João Bosco, Ney Matogrosso, Elza Soares, Marina Lima, Beth Carvalho, Elba Ramalho, João Donato, Grupo Fundo de Quintal, Pena Branca & Xavantinho, Cazuza, Renato Russo, RPM, Os Paralamas do Sucesso, Evandro Mesquita, Mercedes Sosa, Pablo Milanés e Astor Piazzolla, entre outras.


Ora juntos, ora separados, Chico e Caetano cantavam canções como Soy Loco Por Ti América, Cotidiano, Vaca Profana, Brejo da Cruz, Esse Cara e Bancarrotas Blues. Na plateia do Teatro Fênix, onde as atrações da Globo eram gravadas antigamente, anônimos se misturavam a famosos como Dias Gomes, Betty Faria, Sônia Braga, Hugo Carvana, Marieta Severo, Bruna Lombardi, Lulu Santos, Regina Casé, Renata Sorrah e Malu Mader.

Conforme informam os créditos finais do programa, o áudio das apresentações era captado pela gravadora Som Livre, pertencente à Globo, em 24 canais, o que garantia uma boa qualidade de áudio à época e que possibilitou o lançamento de um LP com os melhores momentos das apresentações – posteriormente lançado em CD, em 1997.


Entre as 11 faixas do disco, uma era inédita. Não foi ao ar pelo programa por imposição da censura federal vigente na época. Trata-se de Merda (boa sorte!, no jargão teatral), composta por Caetano e gravada para o primeiro episódio do programa. A letra fala em maconha e pó (cocaína) e junta Caetano, Chico, Rita Lee e Luiz Caldas nos vocais. A edição do programa deixa claro que o encontro que havia acontecido no palco fora cortado – exibe apenas o último acorde da canção.

Em Chico & Caetano a música era uma festa. 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2021. Todos os direitos reservados